ConexãoIn

Especial Grandes Pintores – Paul Klee

Paul Klee foi um pintor suíço de nacionalidade alemã. É considerado um dos grandes pintores europeus do início do século XX, pois suas obras de arte estão situadas em três importantes movimentos artísticos (surrealismo, cubismo e expressionismo). Ele nasceu na cidade suíça de Münchenbuchsee em 18 de dezembro de 1879 e faleceu na cidade de Muralto (Suíça) em 20 de junho de 1940. As fortes e variadas cores que Paul Klee utilizou na sua famosa obra “Cúpulas vermelhas e brancas”, foram inspiradas numa viagem que o pintor fez à Tunísia em 1914. Na visita a capital do país, Túnis, Klee ficou impressionado com a qualidade da luz do local e suas cores vibrantes. Diagnosticado com uma doença degenerativa em 1936, foi internado em uma clínica médica, na cidade suíça de Muralto, onde faleceu quatro anos depois.

Biografia resumida:

– Começou sua carreira artística estudando artes plásticas na cidade alemã de Munique. 

– Sua primeira importante pintura foi “Minha Habitação”, realizada em 1896.

– Fundou em 1911, junto com Kandinsky e Franz Marc, um grupo artístico vinculado ao expressionismo.

– Como era cidadão alemão, participou como soldado durante a Primeira Guerra Mundial.

– Envolveu-se em vários grupos de arte europeus da primeira metade do século XX, tais como: Escola Bauhaus, Quatro Azuis e O Cavaleiro Azul.

– Em 1924, junto com os outros pintores do grupo Quatro Azuis (Kandinsky, Jawlensky e Feininger), participou de uma importante exposição artística nos Estados Unidos.

– Foi perseguido na Alemanha, na década de 1930, pelos nazistas. Teve que fuigr do país para não ser preso. Esta perseguição ocorreu devido ao envolvimento de Paul Klee com movimentos artísticos radicais, que eram renegados pelos nazistas.

Estética e estilo artístico:

– Uso de padrões gráficos em forma de mosáicos;

– Mistura de formas artísticas figurativas abstratas e figurativas;

– Utilização da técnica de pintura, derivada do impressionismo, conhecida como pontilhismo;

– Experimentações com a simetría da superfície da tela;

– Expressou em suas obras interesses pessoais (músicas e poesias, por exemplo), crenças, sonhos e experiências de vida;

– Utilização de várias técnicas e materiais (aquarela, óleo e tinta), muitas vezes combinando-os em suas pinturas;

– Uso de grande variedade de cores fortes, como instrumento de composição artística.

Principais obras de arte

– Cúpulas vermelhas e brancas (1914)

– Composição cósmica (1919)

– Mordendo a ísca (1920)

– A Casa giratória (1921)

– Arquitetura do plano (1923)

– Jungwaldtafel (1926)

– O gato e o pássaro (1928)

– Ad Parnassum (1932)

Polifonia (1932)

– Cabeça de um mártir (1933)

– O homem futuro (1933)

– Nova harmonia (1936)

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 03/04/2018