ConexãoIn

Dia Nacional do Diabetes: saiba como prevenir e evitar as complicações da doença

 

O

Brasil é o quinto país em incidência de diabetes no mundo, com 16,8 milhões de doentes adultos (20 a 79 anos), perde apenas para a China, a Índia, os Estados Unidos e o Paquistão. A estimativa da incidência da doença em 2030 chega a 21,5 milhões. Esses dados estão no Atlas do Diabetes da Federação Internacional de Diabetes (IDF). O estudo aponta que há uma previsão de que esse número possa aumentar para 643 milhões em 2030 e 784 milhões em 2045, mundialmente.

O dia escolhido para a conscientização e a prevenção do diabetes é 26 de junho, Dia Nacional do Diabetes. A Liti Saúde – primeira healthtech que foca em resolver a dor do sobrepeso e da obesidade de um jeito humanizado e completo no Brasil – explica como uma alimentação equilibrada e a prática de atividades físicas são benéficas para prevenir o diabetes e a progressão da doença.

Prevalência de diabetes em todo o mundo

A crescente incidência de diabetes em todo o mundo é impulsionada por uma complexa interação de fatores socioeconômicos, demográficos, ambientais, genéticos e, em grande parte, devido ao aumento do diabetes tipo 2 e dos fatores de risco relacionados, que incluem: padrões alimentares com predomínio de carboidratos refinados, açúcares, gordura saturada e ultraprocessados, além do sedentarismo.

Atenção à glicose

”A glicose, por exemplo, é obtida por meio da alimentação e tem como uma das funções, fornecer energia. Ao absorver a glicose, ela atingirá a corrente sanguínea para depois ser distribuída para o seu destino final – os órgãos e os tecidos do corpo – onde exercerá a sua função energética. Nesse cenário, manter a glicemia (glicose que circula no sangue), em valores dentro de uma faixa metabolicamente saudável, é um desafio diário. Sabe-se que ao alcançar essa meta, é possível prevenir o diabetes tipo 2, além de alterações cardiovasculares e outras doenças crônicas”, afirma o médico nutrólogo Eduardo Rauen, um dos fundadores da empresa Liti Saúde.

Ter picos (elevações) e vales (reduções) fora da faixa adequada, é prejudicial à saúde. O Diabetes Mellitus (DM) é uma doença decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade da insulina de exercer adequadamente seus efeitos nos casos onde há resistência à ação do hormônio (resistência insulínica). A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que é responsável pela regulação da glicemia.

Alimentação

Estabelecer hábitos alimentares que proporcionem qualidade e quantidades adequadas de nutrientes é essencial. Uma alimentação com fibras, frutas, vegetais, proteínas, carboidratos integrais e gorduras insaturadas (azeite, oleaginosas e abacate), de forma geral, é uma excelente sugestão. Por outro lado, evitar alimentos ultraprocessados, ricos em açúcares e em gorduras saturadas é o recomendado quando pensamos em evitar oscilações no nível de glicose sanguínea.

Além dessas orientações gerais, priorizar o consumo de proteínas e de fibras ao longo do dia auxilia na redução do índice glicêmico da refeição e o impacto sobre a sua glicemia será menor, consequentemente. O ideal é você seguir uma estratégia alimentar individualizada, prescrita por um profissional de saúde capacitado, de acordo com as necessidades do seu corpo e com as particularidades do seu dia a dia.

Exercício físico

Quanto à atividade física, os benefícios estão relacionados à melhora da sensibilidade à ação da insulina, melhora do percentual de gordura corporal (o excesso é fator de risco para o desenvolvimento do diabetes tipo 2), o aumento da massa muscular (a massa muscular é metabolicamente ativa e consome glicose como fonte de energia).

No contexto geral, a combinação de exercícios aeróbicos e o treinamento de força serão benéficos para a melhora da sua saúde e do seu bem-estar.

Exercícios aeróbicos: aumentam a frequência cardíaca e melhoram a capacidade cardiovascular. Caminhada, corrida, ciclismo, natação e dança são ótimas opções. Recomenda-se 150 a 300 minutos de atividade aeróbica moderada por semana ou 75 a 150 minutos de intensidade vigorosa, distribuídos ao longo dos dias.

Treinamento de força: o treinamento de resistência, como levantamento de pesos, ajuda a construir músculos e aumenta o metabolismo basal, o que auxilia na manutenção do peso saudável e na regulação dos níveis de açúcar no sangue. Procure realizar exercícios de força pelo menos duas vezes por semana, trabalhando todos os principais grupos musculares.

Com a orientação de profissionais de saúde capacitados, é possível implementar estratégias individualizadas que contribuam para a prevenção do diabetes e a melhoria da qualidade de vida. No Dia Nacional do Diabetes, vamos nos unir para disseminar informações, conscientizar e trabalhar em prol da promoção da saúde e do bem-estar geral da população.

Sobre a Liti

A Liti Saúde é a primeira healthtech que foca em resolver a dor do sobrepeso e da obesidade de um jeito humanizado e completo no Brasil. A jornada é 100% online e conta com o apoio de um time de saúde multidisciplinar (médico, nutricionista, cientista comportamental e educador físico). A empresa possui uma balança de bioimpedância com alto nível de precisão que é capaz de analisar a sua composição corporal (quantidades de gordura e de massa muscular). Conectada ao aplicativo da Liti, possibilita um profundo entendimento sobre como você reage a diferentes combinações de nutrientes ao longo do dia (dietas com composições diferentes de grupos de alimentos). A Liti une o melhor da ciência para trazer facilidade às pessoas que já testaram outras alternativas ou que estão pela primeira vez nessa jornada e garante ser a última solução a ser testada.

POR: Rita Moraes
Publicado em 26/06/2023