ConexãoIn

Curta metragem brasileiro Fantasma Neon une fantasia e musical

 

O curta brasileiro FANTASMA NEON, no qual o protagonista é um entregador de aplicativo que sonha em ter uma moto, e esse seu desejo se torna um musical. O filme foi eleito como o melhor curta brasileiro de 2022 pela Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema, além de ter sido premiado em Gramado (melhor curta, diretor, ator, júri da crítica e Prêmio Canal Brasil), Curta Kinoforum – Festival Internacional de Curtas de São Paulo (um dos 10 Favoritos do Público), Festival do Rio (melhor direção da Mostra Novos Rumos), e Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade (melhor direção).

Exibido ao redor do mundo, o filme foi premiado no Festival de Locarno como melhor curta internacional; em Cinélatino Rencontres de Toulouse, foi ganhador do prêmio de público e especial do júri; e no Festival Biarritz Amérique Latine, como melhor curta. Também foi exibido, entre outros, no San Sebastián International Film Festival, BFI London Film Festival e Clermont-Ferrand International Short Film Festival.

FANTASMA NEON traz essa hibridez de um documentário com um viés dramático e de fantasia, mas, ao mesmo tempo, também tem alguns elementos documentais, como os depoimentos no início que são reais. Usamos o musical como uma plataforma de contraste narrativo, mas também espacial. Como contrastar o cinema mais fantasioso possível, o menos diegético que é a fantasia musical, com as realidades mais duras de extinção de direitos trabalhistas que o Brasil enfrenta hoje”, conta o diretor em entrevista.

FANTASMA NEON
Sinopse

Um entregador de aplicativo sonha em ter uma moto. Disseram a ele que tudo seria como um filme musical.

 

Ficha Técnica
Direção: Leonardo Martinelli
Produção: Ayssa Yamaguti Norek, Leonardo Martinelli, Rafael Teixeira
Roteiro: Leonardo Martinelli
Elenco: Dennis Pinheiro, Silvero Pereira
Música: Carol Maia, José Miguel Brasil (composição), Ayssa Yamaguti Norek, Leonardo Martinelli (letras)
Direção de Fotografia: Felipe Quintelas
Direção de Arte: Vic Estevs
Figurino: Mayra Barroso
Edição: Lobo Mauro
Produção: Pseudo Filmes, Filmidia

 

Sobre João Pedro Rodrigues
João Pedro Rodrigues é um renomado cineasta português, responsável por filmes como “O Fantasma”, “Morrer como um Homem” e “O Ornitólogo”. Quando tinha 8 anos, seu pai lhe deu um par de binóculos e ele decidiu se tornar um ornitólogo. Ele sempre viaja com seus binóculos para explorar a natureza e observar pássaros.

 

Sobre Leonardo Martinelli
Leonardo Martinelli (1998) é um cineasta carioca. Seus filmes misturam elementos de ficção, documentário e experimental, sendo selecionados em mais de trezentos festivais de cinema em todo o mundo, incluindo Locarno, San Sebastián, BFI London, Clermont-Ferrand, Palm Springs, Cartagena, Biarritz e Tiradentes. No Brasil, já recebeu prêmios no Festival de Gramado, Festival do Rio, Curta Cinema, Cine PE, Festival de Vitória e outros. Por seus curtas, foi citado como um dos Top 10 Novos Cineastas Brasileiros pelo portal Papo de Cinema. Em 2021, seu filme “Fantasma Neon” ganhou o Leopardo de Ouro de curta-metragem no Festival de Locarno. Além disso, é Mestre em Comunicação pela PUC-Rio. Atualmente desenvolve seu primeiro longa-metragem, premiado na Locarno Residency.

 

Sobre a Vitrine Filmes
A Vitrine Filmes, desde 2010, já distribuiu mais de 200 filmes e alcançou milhares de espectadores apenas nos cinemas do Brasil. Entre seus maiores sucessos estão “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, Prêmio do Júri no Festival de Cannes 2019; “O Processo”, de Maria Augusta Ramos, que entrou para a lista dos 10 documentários mais vistos da história do cinema nacional; e “Druk: Mais Uma Rodada”, de Thomas Vinterberg, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2021.

Em 2020, a Vitrine Filmes iniciou um novo ciclo de expansão e renovação. Entre as iniciativas, o lançamento da Vitrine España, que produz e distribui longas-metragens na Europa; o Vitrine Lab, curso online sobre distribuição cinematográfica, vencedor do prêmio de distribuição inovadora do Gotebörg Film Fund 2021; a Vitrine Produções, para o desenvolvimento e produção de títulos brasileiros; e, em 2022, a criação do selo Manequim, focado na distribuição de filmes com apelo a um público mais amplo.

Na produção, o primeiro lançamento, “Amigo Secreto” (DocLisboa 2022), de Maria Augusta Ramos, que teve mais de 15 mil espectadores no Brasil; o romance adolescente “Jogada Ensaiada”, de Mayara Aguiar, em desenvolvimento; “O Nosso Pai”, curta de Anna Muylaert exibido no Festival de Brasília; e “Caigan Las Rosas Blancas” (“White Roses, Fall!”), de Albertina Carri, a continuação de “Las Hijas del Fuego”, distribuído pela Vitrine Filmes em 2019.

Em 2023, a Vitrine Filmes apresenta ainda mais novidades para a produção e distribuição audiovisual. Entre as estreias, estão confirmados para os próximos meses o filme “Canção ao Longe”, de Clarissa Campolina, e “Retratos Fantasmas”, novo filme de Kléber Mendonça Filho que teve sua première mundial no Festival de Cannes.

POR: Rita Moraes
Publicado em 24/07/2023