ConexãoIn

Covid-19 leva cantor e compositor Genivaldo Lacerda

O cantor e compositor Genival Lacerda morreu nesta quinta-feira 7, aos 89 anos, em Recife. O cantor e compositor estava internado em um hospital de Recife desde 30 de novembro de 2020, por complicações causadas pela Covid-19.

O filho do cantor, João Lacerda publicou no seu instagram:  “Hoje perdi um dos maiores amigos de minha vida, amigo da música, de ensinamentos, amigo que na hora de brigar, sempre brigava e minutos depois nem lembrava que brigava, porque não guardava mágua de ninguém”, disse ele, em sua publicação.

Doença 

No último boletim médico, o hospital onde o cantor estava internado havia informado que ele estava na UTI, mantido com ventilação mecânica há 33 dias e sem perspectiva de alta. Nesta semana, sua família chegou a pedir doações de sangue para seu tratamento.

Nascido em Campina Grande, o músico gravou seu primeiro disco em 1955. No ano seguinte, se mudou para o Rio de Janeiro, onde trabalhou em casas de forró e gravou um LP. O sucesso chegou em 1975, com a música Severina Xique-Xique, conhecida pelo verso “ele tá de olho é na butique dela”. Seu álbum mais recente é de 2015, chamado Brasil Popular.

Alguns de seus maiores sucessos foram as músicas ‘Radinho de Pilha’, regravada pela banda Camisa de Vênus, ‘Tem pouca diferença e “Mate o veio, mate”, entre outros.

#conexaoin99 

#conectadocomanoticia  

 
 
 
POR: Rita Moraes
Publicado em 07/01/2021