ConexãoIn

Continental Pneus destina para reciclagem mais de 90% dos resíduos da sua produção em Camaçari

 

Um material de borracha, que seria descartado na natureza e levaria 300 anos para se decompor, tem um destino certo: a reciclagem para produção de stick e a confecção de solas de sandália artesanal de couro, gerando renda para mais de 400 pessoas em comunidades na Bahia. Trata-se do diafragma, uma camada de reforço encontrada em alguns tipos de pneus que ajuda na resistência da deformação lateral, muito comum durante curvas ou manobras bruscas. De janeiro a março de 2023, a Continental Pneus, indústria de pneus sediada em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), destinou uma média de 12 toneladas do material para reciclagem.

No Dia Internacional de Reciclagem, comemorado dia 17 de maio, avfabrica divulgou uma das ações de sustentabilidade da fábrica, que atualmente recicla mais de 90% dos resíduos gerados em sua produção no Polo Industrial de Camaçari. A meta é alcançar 100% até 2030, em busca do Aterro Zero. Para isso, a planta na Bahia segue uma robusta estratégia de desenvolvimento sustentável em alinhamento com as diretrizes globais do grupo Continental no mundo.

“Estamos empenhados em alcançar a nossa meta de aterro zero para mitigar o impacto no meio ambiente, garantindo o descarte correto dos resíduos da nossa operação e evitando a contaminação do meio ambiente. Para isso, estamos sempre atentos em novas soluções e parcerias que garantam a circularidade dos nossos materiais, viabilizando a reutilização sustentável dos resíduos e inovando para alcançar resultados positivos, além de contribuir para o desenvolvimento das comunidades a partir da geração de renda”, afirma Anderson Coutinho, chefe de ESH da Continental Pneus em Camaçari.

Da indústria para o artesanato

O diafragma utilizado na produção de pneus é encaminhado para a empresa de reciclagem Feira American, que é responsável pelo processamento do material e destinação adequada do material. Parte da borracha do diafragma é usada para confecção de solas de sandália de couro. O artesanato é produzido por cooperativas no distrito de Caldas do Jorro, no município de Tucano, gerando renda para as comunidades do sertão baiano, movimentando o comércio local e, consequentemente, a economia da região.

O restante do material do diafragma é utilizado na produção do stick, extensor elástico para lona de caminhão e gancho para carros e motos. “A destinação correta dos resíduos por meio das empresas é uma importante contribuição para a Economia Circular, garantindo que os resíduos continuem gerando renda e emprego a partir da reciclagem ao mesmo tempo que reduz o impacto na natureza”, pontua Roberto Cerqueira, diretor da Feira American.

Sobre a Continental

A Continental desenvolve tecnologias e serviços pioneiros para a mobilidade sustentável e conectada de pessoas e seus bens. Fundada em 1871, a empresa de tecnologia oferece soluções seguras, eficientes, inteligentes e acessíveis para veículos, máquinas, trânsito e transporte. Em 2022, a Continental gerou vendas de € 39,4 bilhões e atualmente emprega cerca de 200.000 pessoas em 57 países e mercados.

A área de negócios de Pneus possui 24 locais de produção e desenvolvimento em todo o mundo. A Continental é um dos principais fabricantes de pneus do mundo com 57.000 funcionários e registrou vendas de € 14 bilhões em 2022 nesta área. A Continental está entre os líderes tecnológicos na produção de pneus e oferece uma ampla gama de produtos para carros de passeio, veículos comerciais e especiais, bem duas rodas. Por meio de investimentos contínuos em pesquisa e desenvolvimento, a Continental contribui de forma significativa para uma mobilidade segura, econômica e ecologicamente eficiente. O portfólio do negócio de pneus inclui serviços para o comércio e aplicações para frotas, bem como sistemas de gestão digital.

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 22/05/2023