ConexãoIn

Confirmado: Filho de brasileiro morre em ataque do Hamas, diz embaixada

O israelense Gavriel Yishay Barel, de 22 anos, filho do brasileiro Jayro Varella Filho, morreu em função dos ataques do Hamas no sul de Israel, segundo a embaixada brasileira em Israel.

A família informou que ele será enterrado em Tsefat, ao Norte de Israel, na região da Galiléia. A cidade foi escolhida por ser onde parte da família e amigos moram.

De acordo com um familiar, Gavriel estava presente na festa rave Universo Paralello, durante ataque do Hamas, no último sábado, 6.  quando desapareceu. A família encontrou o carro que ele usou para ir à festa a duas horas do local onde foi realizado o evento.

O menino é fanático pelo Brasil, adorava a nossa música e futebol, e decidiu ir para festa pela relação que ela tinha com o nosso país”, lembrou o familiar.

Gavriel era filho de pai brasileiro e mãe israelense. Ele nasceu em 2001, em Israel, no mesmo dia que um primo no Brasil. A família era formada por cinco filhos, Uriel, Abraham e Guittit (gêmeos), Gavriel, Yudah, o caçula.

A família viveu brevemente ao Brasil com os filhos, quando eram crianças. Atualmente ele se separou da ex-esposa e foi morar em Haifa, ao Norte de Israel. Gavriel morava com a mãe, em Ashkelon, cidade a menos de 15km da Faixa de Gaza.

O pai, que vive há 30 anos em Israel, se mudou para estudar judaísmo ortodoxo. E antes de sofrer um atentado a bomba, há alguns anos, trabalhava como fiscal alimentar.

Vítimas brasileiras

O governo federal confirmou, até o momento, a morte de três brasileiros em Israel. Todos eles também estavam na festa rave.

Os três brasileiros: Bruna, carioca, 22 anos; Ranini Nidwjelski Glazer, gaucho, 23 anos; Karla Stelzer Mendes, carioca, 42 anos. 

POR: Rita Moraes
Publicado em 15/10/2023