ConexãoIn

Concessionári Bravo está entre as 15 melhores empresa para se trabalhar na Bahia

A Bravo Caminhões e Ônibus foi premiada no evento GPTW Bahia como uma das 15 melhores empresas para se trabalhar no estado. A premiação ocorreu na noite de ontem (29.05), em cerimônia realizada no Instituto Feminino da Bahia, em Salvador, e a Bravo foi a 9º colocada no ranking. Para a diretora da concessionária, Alessandra Lobo, estar no ranking do GPTW entre as melhores empresas para se trabalhar na Bahia retrata a missão de valorizar cada colaborador, apoiar seu crescimento individual e da organização. A Bravo Caminhões e ônibus é uma empresa do Grupo LM.

“Enxergamos o reconhecimento e fortalecimento da marca, perante o mercado, principalmente por representarmos duas organizações de peso: o Grupo LM e a MAN Latin America. São as pessoas que realmente dão vida a uma empresa. As pessoas querem trabalhar em organizações que as valorizem integralmente, onde elas possam exercitar todas as suas potencialidades, e identificam isto na Bravo”, aponta Alessandra.

Ela destaca que a empresa preza pelo respeito, confiança e transparência entre a alta gestão, integrantes, clientes e fornecedores. “Já para os nossos colaboradores a todo o momento reforçamos nossos valores através de ações internas, com campanhas motivacionais, premiações a todos os integrantes e comemoração dos resultados obtidos”, destaca a diretora.

Neste ano, no processo de avaliação do GPTW, as empresas precisaram passar pela certificação, composta por algumas etapas, como pesquisa Trust Index© – que avalia o clima organizacional através de fatores como credibilidade, respeito, imparcialidade, orgulho e camaradagem, sob ponto de vista do funcionário, sendo que a empresa precisa atingir nota igual ou superior a 70 nessa pesquisa. Além disso, é preciso entregar documentos como relatório de práticas culturais, perfil organizacional e questionários complementares.

“E avaliado que tipo de ação a empresa realiza, com o objetivo de tornar o ambiente de trabalho melhor, com igualdade, oportunidade, crescimento e desenvolvimento. A posição nos rankings será calculada de acordo com a pesquisa com os funcionários, a avaliação de práticas culturais/questionários complementares e os comentários dos funcionários”, explica a gerente de Recursos Humanos do Grupo LM, Reveca Cardonsk. A Bravo conta com 305 integrantes. “Acreditamos que o resultado tão positivo na pesquisa e a premiação são fruto de todo o trabalho que realizamos, com o objetivo de tornar o ambiente de trabalho o mais leve, justo e igualitário possível”, pontua Reveca.

Em paralelo é valorizado o crescimento na empresa, com integrantes que começaram como jovem aprendiz ou em funções iniciais, passando a cargos de liderança, além de casos de profissionais que saíram da empresa e retornaram à Bravo para ter novas oportunidades de crescimento.

Um dos exemplos de projeto desenvolvido é o Programa Desenvolver – Capacitarh, implantado em 2013, que tem o objetivo de desenvolver habilidades e comportamentos dos integrantes de modo sistemático, transparente e eficaz, proporcionando melhoria do clima organizacional, auxiliando o alcance dos resultados dos negócios e contemplando a transmissão da filosofia do fundador da empresa e a visão estratégica dos negócios.

TREINAMENTO – Uma forma de capacitação amplamente utilizada na Bravo são os treinamentos internos. Nesta modalidade são identificados instrutores internos, que capacitam os demais integrantes nos temas específicos de suas áreas e fomentam a disseminação da cultura e valores da empresa.

Para capacitação dos integrantes na área Técnica e de Gestão dos produtos e serviços, é utilizada também a plataforma de treinamento e-learning disponibilizado pela montadora e o Centro de Treinamento MAN Latin América, localizado em São Bernardo do Campo/SP. Cada integrante realiza a sua Trilha de Formação, de acordo com a função que desempenha. Também existe uma parceria com a Universidade Fenabrave, que disponibiliza treinamentos online com foco no desenvolvimento e aperfeiçoamento de competências.

“Além disso, a matriz e filiais da Bravo contam com espaços de descontração que ficam disponíveis para todos os integrantes nos momentos de repouso e durante o horário de almoço. Nesses espaços, disponibilizamos quiosque ao ar livre, sinuca e sala de TV”, aponta Reveca.

Também são disponibilizados sem custo aos integrantes a Ginástica Laboral, que acontece semanalmente; Projeto Cultural, com aulas de dança e coral e o Cineclube Bravo; o Clube de Corrida; e o Acarajé da Bravo, realizado todo mês. “Além disso, realizamos campanhas e ações de incentivo voltadas para a área de vendas, sempre atreladas às metas. Como premiação, trabalhamos com premiação em dinheiro, cartão-presente, abadá durante o período de carnaval, entre outros”, salienta a gerente de RH.

Sobre a GPTW – 

A Great Place to Work® começou na década de 80, com Robert Levering, um jornalista que cobria assuntos ligados ao trabalho e especialmente a conflitos trabalhistas. Ele foi convidado para escrever um livro sobre as melhores empresas para trabalhar nos EUA. Sua resposta, à época, foi bem direta: “Não!”. Era impossível escrever este livro pois não existiria, segundo ele, nenhuma boa empresa para trabalhar, na perspectiva dos funcionários (e não dos donos ou executivos).

Ele chegou inclusive a sugerir escrever um livro sobre as piores empresas para trabalhar, uma vez que ele tinha centenas de exemplos para apresentar. A editora chegou a considerar seriamente esta opção, mas acabou desistindo com receio de que o número de processos na justiça contra o livro seria muito grande.

Após longas conversas, Robert acabou topando o projeto, mas fazendo à sua moda. Como jornalista, ele foi entrevistar milhares de funcionários, “in loco”, de forma totalmente confidencial, em centenas e centenas de empresas em todo o país.

Ele encontrou, conforme esperado, pessoas que odiavam suas empresas e seus chefes, em organizações com péssimos ambientes de trabalho. Mas aí começaram as surpresas, contrariando todas as suas convicções anteriores. Encontrou também pessoas que adoravam aquilo que faziam, seus colegas, suas empresas!

A descoberta deixou Robert tão impressionado que ele abandonou tudo que fazia e abriu um pequeno escritório (1 salinha) com sua esposa à época, a que deu o nome de Great Place to Work®. E assim continuou estudando e se aprofundando no tema.

Sua primeira grande conclusão havia sido que sim, existem excelentes empresas para trabalhar. A segunda descoberta foi mais poderosa ainda: qualquer empresa, de qualquer tamanho, em qualquer lugar e em qualquer época, pode se tornar um excelente lugar para trabalhar.

Foto: Gerente de RH do Grupo LM, Reveca Cardonski, diretora da Bravo, Alessandra Lobo e Gerente Comercial da Bravo, Marcelo Cruz

POR: Rita Moraes
Publicado em 30/05/2018