ConexãoIn


Como passar o protetor solar corretamente?

Use protetor solar! Com certeza, você já ouviu essa recomendação em algum momento da vida e ela se torna ainda mais necessária quando estamos no verão. Ao usar protetor solar você não só protege a pele de manchas, envelhecimento precoce e queimaduras, como também ajuda a prevenir o câncer de pele. Entretanto, tão fundamental quanto passar o protetor solar é saber como passá-lo corretamente.

“A aplicação do protetor solar na forma e quantidade adequadas é imprescindível para garantir o efeito protetor desejado. É importante aplicar o protetor pelo menos 15-30 minutos antes da exposição solar e reaplicar a cada 2-3 horas”, orienta a dermatologista e sócia da Clínica InDerm, Dra. Camila Sampaio Ribeiro.

Cerca de 80% da radiação ultravioleta do sol atravessa as nuvens. Portanto, se você deseja ter uma pele jovem e saudável por muito mais tempo, a fotoproteção diária é o caminho ideal mesmo nos dias nublados e chuvosos. 

Para orientar a quantidade de protetor solar adequado, a Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD sugere o uso da regra da colher de chá: Para o rosto, o pescoço e a cabeça – uma colher de chá; Para o tronco (frente e costas) – duas colheres de chá; e Para cada membro (superior e inferior) – uma colher de chá.

“Em geral, recomenda-se um protetor com FPS (fator de proteção solar) acima de 30 que tenha indicação de PPD (proteção contra os raios UVA). O PPD deve ser igual ou maior a um terço do FPS. Pessoas de pele mais clara, que queimam com facilidade, devem usar protetor solar com acima de FPS 50”, explica a dermatologista e também sócia da Clínica InDerm, Dra. Fernanda Ventin

Ainda de acordo com a dermatologista, cada formato de protetor solar tem uma indicação: “O spray tem uma textura leve e absorção rápida sendo bastante indicado para áreas com muito pelos, como o couro cabeludo de pessoas calvas e tronco em homens. Oil free é o veículo mais indicado para pessoas que têm a pele oleosa com tendência à acne, pois não possui óleo em sua composição.  E os tradicionais cremes são indicados para pacientes com pele normal a seca”.

Encontre o protetor solar ideal para sua pele

Como saber qual o melhor protetor solar? O primeiro passo é conhecer a sua pele e assim a sua necessidade. Para isso você deve procurar a ajuda de um dermatologista. “O uso de um protetor inadequado para sua pele pode agravar doenças cutâneas prévias como rosácea, dermatite seborreica e dermatite de contato por exemplo. Além disso, existem protetores que contêm substâncias auxiliares no tratamento de doenças como o melasma e de ceratoses actínicas”, alerta a dermatologista, Dra. Camila Sampaio.

De modo geral, os aspectos mais relevantes a serem considerados são: o veículo (textura), com ou sem cor de maquiagem, proteção química ou física, proteção contra UVA e/ou UVB e a presença de medicações dentro do protetor que auxiliam no tratamento de doenças.

#conexaoin

#conectadocomanoticia

POR: Rita Moraes
Publicado em 11/01/2022