ConexãoIn

Comece o ano com muita música boa na Casa da Mãe, no Rio Vermelho

O Ano Novo na Casa da mãe começou na terça à noite, com o charme  doo Samba-Jazz de Mathias Traut, Samuel Cabral, Tobias Möller, Jordi Amorim e Fernando Isaia. Na  terça-feira, dia 03 de janeiro, às 21h, eles subiram de novo ao palco para  “defender” o espaço do Samba-Jazz na cena musical de Salvador.

Hoje, quarta-feira, 04 de janeiro, às 21h, o Choro Catado marca presença. Este é o projeto de chorinho do grupo Siri Catado, que, sob o comando de Ênio Bernardes (percussão e voz),  promove mais uma animada roda de choro, na companhia de  Dudu Reis (cavaquinho), Leandro Tigrão (flauta) e Daniel Veloso Rocho (violão de 7cordas). O Choro Catado toca choro contemporâneo e as composições dos grandes mestres como Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Waldir Azevedo.

Na quinta-feira, dia 05 de janeiro, às 22h,  tem o cantor e compositor Dú Marques, um dos principais nomes da nova geração do samba da Bahia. E ele convida para seu show “Dú Samba”, prometendo uma noite de muito baticum de samba, afirmando sua identidade como sambista baiano autêntico que congrega em sua arte toda a efusividade da cultura do Recôncavo Baiano. Filho de Salvador, Dú Marques cresceu livre nas dunas do Abaeté, das praias de Itapuã ao Flamengo, onde criou sua identidade cultural e musical. Pescar, pegar jacaré, bater o baba e anoitecer nas dunas de itapuã nas rodas de violão ao redor da fogueira, essa foi a sua juventude. Ainda adolescente se casou com o samba e dele nunca mais se separou, de lá pra cá passou pela UFBA nos cursos de Composição e Regência e Composição e Arranjo de Música Popular, mas formou-se mesmo em Direito pela FTC, e em 2012 compôs sua mais linda obra, sua filha Ana Luísa.

Na sexta-feira, 06 de janeiro, a partir das 22h, Carlos Barros, Gabriel Barros e Nelson Pena sobem ao palco com o espetáculo “Balance”. No repertório, canções cujo suingue é a principal característica, além de algumas composições autorais compostas e/ou gravadas por Carlos Barros. Compositores como Jorge Ben Jor, Zélia Duncan, Carlinhos Brown, Zeca Baleiro, Lenine  Gilberto Gil e Chico César ganham leituras de canções suas para o formato voz/guitarra/percussões.

No sábado, 07 de janeiro, às 21h, Pedro de Rosa Morais e Stella Maris cantam juntos as músicas que eles gostam de cantar e está dando super certo. Acompanhados por Estevam Dantas e Alexandre Lins, eles fazem um show solto, tipo ensaio aberto. O público pode contar com as mais bonitas canções de artistas como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque de Holanda e Luiz melodia e uma seleção de sambas inesquecíveis.

 

Serviço:

Terça-feira – Show com o Samba Jazz, dia 03/01, às 21h – couvert R$ 20,00

Quarta-feira – Show do Choro Catado, dia 04/01, às 21h – couvert R$ 20,00

Quinta-feira – Show “Du Samba” de Du Marques, dia 05/01, às 22h – couvert R$ 20,00

Sexta-feira – Show Balance, com Carlos Barros, dia 06/01, às 22h – couvert R$ 20,00

Sábado – Show de Pedro de Rosa Morais e Stella Maris, dia 07/01, às 21h – couvert R$ 25,00

A abertura da Casa da Mãe, que fica na  Rua Guedes Cabral, 81, no Rio Vermelho, é às 19h. É prudente preciso fazer reserva pelo telefone 71 99926-2101. O bar e restaurante segue todas as normas e diretrizes dos órgãos de saúde com o uso obrigatório de máscara e apresentação de comprovante de vacinação. 

POR: Rita Moraes
Publicado em 04/01/2023