ConexãoIn

CEO da Tesla e SpaceX distribuirá ventiladores pulmonares, desde que sejam usados e não guardados pelos hospitais

Logo no começo da pandemia de coronavírus nos Estados Unidos, o bilionário Elon Musk, CEO da Tesla (fabricante de carros elétricos  e da SpaceX (projeta, fabrica e lança foguetes e naves espaciais avançados), criou polêmica ao declarar que o pânico da doença era “estúpido”. Depois, convencido pelos número de infectados e mortos, em especial nos EUA,  ele decidiu entrar nos esforços de ajuda no combate ao vírus.

Musk anunciou pelo seu “twitter” @elonmusk, que distribuirá gratuitamente ventiladores pulmonares para hospitais de todo o planeta que façam parte da área de entrega da Tesla.

Essas máquinas são essenciais para o tratamento de pacientes com a Covid-19, que debilita o sistema respiratório dos infectados. Os ventiladores pulmonares auxiliam a respiração de casos mais graves.

O CEO da Tesla estabeleceu, contudo, uma condição para a doação: que os equipamentos sejam instalados e usados imediatamente para os pacientes, e não “guardados em um armazém”, publicou.

Em março, Musk pagou e enviou ventiladores pulmonares para regiões americanas com alto número de infectados, como Nova York.

Esses ventiladores não foram produzidos pela Tesla, mas sim comprados de marcas como ResMed, Philips e Medtronic com a aprovação da FDA, a agência federal do Departamento de Saúde dos Estados Unidos.

O bilionário decidiu também reabrir a fábrica da Tesla em Nova York para a produção de ventiladores pulmonares.

Em países com grande número de infectados como Itália, Espanha e China, equipamentos médicos se tornaram escassos em razão da alta demanda.#conexaoin99#conectadocomanoticia#conexaoinnaCoberturadoCoronavirus

POR: Rita Moraes
Publicado em 06/04/2020