ConexãoIn

Caian apresenta “Paixão e outras drogas” na Varanda do Teatro Sesi, no Rio Vermelho

Na próxima terça-feira, 08/03, Caian apresenta seu recém-lançado álbum de rock “Paixão e outras drogas” na Varanda do Teatro Sesi. Programado para começar às 21h, o show contará com a participação especial de Jajá Cardoso, da Vivendo do Ócio. 

No repertório, o depoimento quase cronológico de uma história de amor verdadeira, acompanhando suas nuanças do início ao fim. Entre uma faixa e outra, alegrias e ruínas, liberdades e vícios. Tudo cantado na voz de um homem negro que reivindica outras narrativas possíveis para seu corpo, sem que jamais ignore o racismo estrutural brasileiro.

Entre os destaques, canções como ‘Novo Eu’, uma parceria com Otto, ‘Pra você gostar’, rock’n’roll mais solar sem perder o direito a riffs e solo de guitarra, dobrado por um coro, e ‘Pico escorpião’ com elementos pop e dançante em tom de deboche e autoafirmação.

“Nesse show, além das canções desse meu mais recente álbum, apresentarei algumas outras que marcaram minha carreira desde o disco Plutão até o último single, Paula e eu, lançado em 2021. Estou muito feliz de marcar esse retorno aos palcos na minha cidade, apresentando meu novo trabalho e relembrando também minha trajetória na música”.

Os ingressos custarão R$ 25. Máscaras e comprovantes de vacinação serão obrigatórios para todos os presentes.

 

SERVIÇO
Quando: 08 de março de 2022 (terça-feira), às 21h
Onde: Varanda do Teatro Sesi, no Rio Vermelho
Quanto: R$25 
Para mais informações, acesse: https://www.teatrosesiriovermelho.com.br/Programacao/evento/3214?titulo=caian-apresenta-paixao-e-outras-drogas&tipo=varanda

++++++++++++++++++++

SOBRE CAIAN

Músico, compositor e cantor de Salvador, Bahia, Caian desenvolve trabalho autoral desde 2007 e possui vasto currículo como guitarrista. Tocou em todo o Brasil com Baco Exu do Blues, entre 2019 e 2020, na turnê do disco “Bluesman”. Já circulou pela Bahia com os também conterrâneos Dão, Marcela Bellas e Nabiyah Be, além do Trio Virgulino, de Pernambuco. É graduado em Música pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Lançou, em 2016, o álbum “Plutão”, pelo qual foi indicado ao Prêmio Caymmi de Música na categoria Revelação, e está lançando seu segundo disco, “Paixão e outras drogas”. Foi membro, de 2012 a 2020, do grupo Nossos Baianos F.C., um tributo aos Novos Baianos, com o qual tocou em diferentes ocasiões ao lado de Baby do Brasil. Assina a produção e direção musical de “Estereótica” (2021), primeiro disco solo do cantor e compositor baiano Pietro Leal. Atua ainda na produção e execução ao vivo de trilhas sonoras para artes cênicas e audiovisual, com destaque para “Dissidente”, da Companhia Teatro da Casa, com direção de Gordo Neto, estreada em 2012, pela qual foi indicado na Categoria Especial – Trilha Sonora do Prêmio Braskem de Teatro; para o musical baiano “Amor Barato”, dirigido por Fábio Espírito Santo, também de 2012 e que foi remontado em São Paulo em 2018, cumprindo temporada ainda no Rio de Janeiro; e para a obra cênica audiovisual “Web-Strips”, realizada em 2021 pela Dimenti Produções Culturais, com direção de Jorge Alencar. 
#Conexaoin 

#conectadocomanoticia 

 
POR: Rita Moraes
Publicado em 03/03/2022