ConexãoIn


Após luta contra um câncer morre aos 53 anos, ex-jogador e técnico Sinisa Mihajlovic


O ex-jogador e técnico Sinisa Mihajlovic morreu nesta sexta-feira aos 53 anos. Ele lutava contra a leucemia, diagnosticada em 2019. A família do sérvio confirmou a morte do treinador em comunicado.

– Em luto comunicam a morte injusta e prematura do seu marido, pai, filho e irmão exemplar, Sinisa Mihajlovic. Um profissional único, extraordinário, disponível e bom para todos. Ele lutou corajosamente contra uma doença horrível. Agradecemos aos médicos e enfermeiros que o acompanharam ao longo dos anos, com amor e respeito – disse a família em nota.

Luta contra a doença

O treinador descobriu que tinha leucemia no fim de 2019, quando já estava no comando do Bologna. Em julho daquele ano, resolveu se afastar do comando da equipe para se dedicar ao tratamento da doença e projetou que iria “vencer a leucemia”. O Bologna decidiu manter o treinador formalmente no cargo, apenas com uma substituição temporária.

Mihajlovic se internou e passou mais de 40 dias no hospital. Ao receber alta, decidiu retomar as atividades e voltou a comandar o Bologna à beira do campo – sendo recebido com grande festa pela torcida, em cenas eternizadas na segunda rodada do Campeonato Italiano.

Mihajlovic conseguiu permanecer trabalhando sem novas internações até março deste ano, quando precisou retornar ao hospital.  Na ocasião, ele afirmou que o novo tratamento seria para evitar o risco de a doença aparecer novamente. Dois meses depois, mais uma vez retomou o comando do time, no fim da temporada 2021/22. Em setembro, após um mau começo de temporada foi demitido do cargo.

Carreira

Sinisa Mihajlovic ganhou destaque no futebol italiano, onde passou por grandes clubes como jogador e treinador. Na Itália, o sérvio atuou por Roma, Sampdoria, Lazio e Inter de Milão.

Como treinador, teve seu maior desafio comandando o Milan na temporada 2015/2016. O técnico tem passagens pela seleção da Sérvia e clubes como Fiorentina, Sampdoria e Torino.

Seu último trabalho foi à frente do comando do Bologna. O treinador foi demitido do cargo em setembro deste ano após desempenho ruim no Campeonato Italiano. Mihajlovic estava no clube desde 2019 e somou 46 vitórias em 142 partidas.

POR: Rita Moraes
Publicado em 16/12/2022