ConexãoIn

Advogada é morta ao tentar salvar vítima de violência doméstica

A advogada Ana Laura Borralho Borba, de 28 anos, foi morta a tiros na madrugada deste domingo, 26, quando tentava ajudar uma mulher vítima de violência doméstica em Bagé, no Rio Grande do Sul. O suspeito, de 26 anos, foi preso em flagrante e poderá responder pelo crime de feminicídio.

Segundo a Polícia Civil, a advogada e mais três pessoas tentaram intervir na briga de um casal, que ocorria em frente à residência onde ela estava, localizada na Avenida Marechal Floriano. O jovem envolvido na briga não aceitou que o grupo intervisse e tentou agredi-los.

Ana Laura então entrou na casa e voltou com um revólver, com o intuito de espantar o agressor. Mas, o suspeito conseguiu tirar a arma dela e atirou contra o grupo, sendo que um dos disparos atingiu a advogada. Ela morreu no local.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção Bagé postou uma nota de pesar sobre o ocorrido. “Manifestamos o mais profundo sentimento de consternação pelo falecimento da colega advogada Ana Laura Borba, que sucumbiu no cumprimento do seu dever de cidadã em defesa de uma mulher vítima de violência doméstica. Nossa Subseção se solidariza com o sofrimento dos familiares e amigos, diante desta perda irreparável para toda a sociedade”, publicou. 

POR: Rita Moraes
Publicado em 27/06/2022