ConexãoIn


Semana Santa incrementa turismo no interior da Bahia

Um dos segmentos turísticos mais importantes da Bahia é o religioso católico, pelo número de igrejas históricas espalhadas por todo o estado e roteiros que incluem santuários e celebrações da fé do povo baiano. As tradições ganham um significado especial na Semana Santa, que atrai muitos visitantes a municípios do interior.

Reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial da Bahia, a Procissão do Fogaréu será realizada, nesta quinta-feira, 6, em Serrinha, na zona turística Caminhos do Sertão, e completa 90 anos. A comemoração tem o apoio da Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA). Fiéis fazem o trajeto de cinco quilômetros, da Catedral de Serrinha até a Colina de Nossa Senhora de Santana, levando tochas e velas acesas, para reviver o sofrimento de Jesus. São esperados 35 mil visitantes, a maioria dos 20 municípios da região sisaleira.

Em Bom Jesus da Lapa, nos Caminhos do Oeste, cerca de 15 mil visitantes são esperados, nesta semana, para as celebrações da Igreja Católica, em parceria com a Setur-BA. O ponto alto acontece na Sexta-feira da Paixão, quando romeiros da Bahia e de outros estados e moradores da cidade sobem a gruta do Bom Jesus, com 90 metros de altura, reproduzindo a via sacra.

No município de Monte Santo, nos Caminhos do Sertão, os atos de fé são marcados pela procissão que percorre dois quilômetros até o Santuário de Santa Cruz, na Serra do Araçá, na sexta-feira também. A estimativa é que 10 mil pessoas participem da celebração.

Já em Esplanada, na Costa dos Coqueiros, o destaque é o espetáculo da Paixão de Cristo, realizado há 26 anos em pontos do município. Considerada a maior encenação teatral a céu aberto do litoral norte baiano, ela deve atrair quatro mil visitantes de cidades da região. A apresentação tem o patrocínio da Setur-BA.

Várias cidades do interior da Bahia recebem turistas de todos os cantos do Brasil, em festas religiosas e profanas.

 

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 06/04/2023