ConexãoIn


Projeto desenvolvido no Hospital Riverside, em Lauro de Freirtas, estimula contato de pacientes com a natureza e aumenta humanização no cuidado

Uma ação desenvolvida pelas equipes de psicologia e fisioterapia do Hospital Riverside, em Lauro de Freitas, vem mudando a forma de enxergar o cuidado com pacientes crônicos e em tratamento intensivo. Na unidade da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) gerida pela Fundação Fabamed, o atendimento vai muito além dos tradicionais remédios, exames e acompanhamentos convencionais de uma unidade de saúde. No local, a humanização do cuidado tem ganhado cada vez mais protagonismo através do atendimento interdisciplinar e estímulo ao contato de pacientes crônicos com a natureza.
Apesar de simples, a ideia tem revolucionado o tratamento de pacientes como P.J., que teve a possibilidade de sair do leito para uma caminhada na área verde do hospital acompanhado dos profissionais de psicologia e fisioterapia, que proporcionaram a experiência de forma segura e garantindo a assistência ao paciente. “Me sinto uma nova pessoa. Poder sair e ver as árvores, sentir o ar… Agora sei que posso caminhar e que devo continuar a cuidar cada vez mais de mim. Me sinto presente”, comemora.
Um dos idealizadores da ação, o coordenador de fisioterapia da unidade, Vitor Sales Neri explica que a equipe se propõe a proporcionar uma mudança de perspectiva durante o tratamento. “Muitos já vêm de um período de longa internação e já passaram por outros hospitais. Então, na medida que a gente consegue levar esse paciente para fora do leito, conseguimos proporcionar um cuidado diferenciado, bem como a percepção do seu corpo, na autonomia do cuidado. Estamos observando um ótimo resultado com esses pacientes”, analisa.

O constante investimento na preparação da equipe multidisciplinar que atua na unidade é uma das ferramentas que proporcionam um cuidado diferenciado aos pacientes. Através dessa preparação, tem sido possível ampliar os horizontes dos profissionais que passam a pensar no cuidado de forma integrada e multissetorial.

POR: Rita Moraes
Publicado em 16/06/2023