ConexãoIn


Empresa com sede no Polo de Camaçari ameaça demitir na Bahia e em Sergipe

A petroquímica Unigel ameaça demissões em massa nas unidades de Camaçari, e em Laranjeiras, no interior de Sergipe. Segundo o BP Money, parceiro do Bahia Notícias, a empresa cobrou uma posição da Petrobras ao dia 31 de julho. O caso se refere aos preços do gás natural, usado para a fabricação de ureia, fornecido pela estatal.

No início de julho passado, a Unigel anunciou a retomada da produção de ureia automotiva na fábrica de fertilizantes nitrogenados no Polo Petroquímico de Camaçari. Ainda segundo informações, em mensagens enviadas à Petrobras, a Unigel afirmou que as demissões já começariam nesta segunda, caso a Petrobras não anunciasse um acordo.

A proposta teria sido levada ao conhecimento da estatal no dia 28 de junho. “Caso não haja esta decisão, seremos forçados a realizar as demissões já na segunda-feira (31), prazo limite para não incidir em multa demissional”, diz um trecho do comunicado.

A empresa ainda diz que reativou em julho, “com grande sacrifício”, a produção na Bahia a pedido do Ministério de Meio Ambiente “para que o Brasil não ficasse desabastecido de ARLA-2 (produto fundamental e de uso obrigatórios em todos os motores a diesel), evitando o colapso no transporte de carga no Brasil”.

 

POR: Rita Moraes
Publicado em 03/08/2023