ConexãoIn


Dois adolescentes usam simulacro de arma com espoletas e assustam colegas de escola em Teixeira de Freitas

 

O plantão da Polícia Civil de Teixeira de Freitas tomou conhecimento, na tarde da última quinta-feira, 13,  que em uma escola do referido município teria um aluno portando uma arma de fogo e que o mesmo teria apontado e efetuado um disparo com a referida arma na direção de outras crianças. De posse da informação, os policiais se deslocaram imediatamente para a escola citada.

Os investigadores chegaram na escola, identificaram o adolescente, e na presença de prepostos da escola realizaram os devidos questionamentos, e conseguiram localizar o objeto, sendo constatado que tratava-se de um simulacro de revólver, o qual estava municiado com espoletas. O adolescente alegou ter pego a arma que seria de brinquedo na mão de um colega, também adolescente, e tentado efetuar disparos, porém só conseguiu dois disparos, sendo um para o chão e outro na direção de algumas alunas.

O simulacro foi apreendido e o caso segue sob investigação pela Polícia Civil. Como foi um ato infracional, cometido por dois adolescentes, os pais serão intimados para comparecer na delegacia. O caso ganhou grande repercussão, à medida em que nos últimos dias mensagens com tons de ameaça foram divulgados em redes sociais e grupos de WhatsApp, os quais causaram pânico em pais, alunos e servidores das instituições de ensino. Os envolvidos são dois adolescentes, um de 14 anos de idade, e outro de 17 anos.

 

O delegado chama a atenção para a seriedade do caso e alerta que a Polícia Civil e Militar estão atentas e monitorando todas as ameaças. O delegado reforça que não se deve brincar com essa situação, e que toda e qualquer ação será apurada para dar uma resposta à sociedade.

POR: Rita Moraes
Publicado em 14/04/2023