ConexãoIn


“Vamos fazer a Ponte de Penedo, o Arco Metropolitano de Maceió e concluir a BR-101/AL”, destaca Renan Filho em evento sobre mobilidade urbana em Alagoas

17-06-2024 Renan Filho - Summit mobilidade (FB)-29.jpg

 

Facilitar a vida de quem trafega pelas cidades brasileiras é uma das prioridades do Ministério dos Transportes. Isso foi o que sublinhou o ministro Renan Filho, que realizou a palestra de abertura do evento Gazeta Alagoas Summit Mobilidade nesta segunda-feira (17), em Maceió. “Vamos fazer a Ponte de Penedo, o Arco Metropolitano de Maceió e concluir a BR-101/AL. As pessoas não precisarão mais entrar em Maceió. Quem deseja ir de São Miguel dos Campos para o Aeroporto, por exemplo, passará em faixa dupla sem pegar a Fernandes Lima”, destacou o ministro.

 

 

Além dos empreendimentos em Alagoas, durante a apresentação Renan Filho ainda mostrou obras de impacto em mobilidade pelo país, apontando trabalhos como o contorno de Florianópolis na BR-101/SC e a duplicação da BR-116/BA em Feira de Santana, além de ações como a recuperação do Complexo de Scharlau no Rio Grande do Sul. A fala reforça o argumento de que as soluções de tráfego passam pela construção de corredores viários, além de ampliação e recuperação de rodovias, especialmente as de maior peso logístico. E ampliar a participação do setor privado nessas obras, observou o ministro, é fundamental para que os projetos sejam viáveis.

 

“Em 2022 o Governo Federal aplicou R$ 130 milhões em transportes em Alagoas. Em 2023 nós aplicamos R$ 159 milhões. Em 2024 vamos chegar a R$ 478 milhões. O PAC todo prevê R$ 1,8 bilhão para a infraestrutura de transportes em Alagoas no período de 2023 a 2026”, informa Renan Filho. Na avaliação dele, esse investimento no estado “deve fortalecer o turismo e as possibilidades de escoamento da nossa produção e garantir ainda mais crescimento para Alagoas”.

 

Conclusão de obras prioritárias

Atualmente o Governo Federal conduz quatro obras consideradas prioritárias no estado de Alagoas, incluindo as mencionadas pelo ministro Renan Filho.

 

Uma delas é a construção da ponte que ligará a cidade alagoana de Penedo à Neópolis, em Sergipe, na rodovia BR-349/AL/SE. Esta obra é uma demanda histórica. As duas cidades estão localizadas na região do Baixo São Francisco, que corta os estados de Alagoas, Sergipe, Pernambuco e Bahia. O rio São Francisco é um dos principais vetores de desenvolvimento, principalmente do Nordeste do país.

 

Outras duas obras são a duplicação da BR-316/424/AL, criando o Arco Metropolitano de Maceió e as obras da BR-101/AL, que incluem a construção do Viaduto de Porto Real do Colégio e a duplicação de vários trechos.

 

“Essas são as principais obras do Estado. Como ministro eu vou terminar 100% a BR-101 em Alagoas, esse é um compromisso que eu tenho com o nosso Estado”, reforçou Renan Filho.

 

E uma última obra em andamento também mencionada é a pavimentação BR-416 na Serra da Catita, ligando os municípios de Ibateguara e Colônia Leopoldina, além da a recuperação e duplicação da BR-104 na divisa com Pernambuco.

 

Sobre o evento

O Gazeta Alagoas Summit Mobilidade reuniu líderes dos setores público e privado, acadêmicos e profissionais de infraestrutura do estado e região nordeste. O governador de Alagoas, Paulo Dantas, participou do evento. “Em breve vamos apresentar um plano robusto, que traz sistemas modais integrados e que são capazes de diminuir o trânsito e de facilitar a ida e a vinda do cidadão”, anunciou o governador.

 

“O papel do governo do estado é central na articulação dos esforços para melhorar a mobilidade urbana de Maceió e da região metropolitana”, acredita Renan Filho.

POR: Rita Moraes
Publicado em 18/06/2024