ConexãoIn


Moby antecede o single “onde está o seu orgulho?”

         Foto: Lindsay Hicks

 

 

“Como ativista vegano e como um homem sábio e compassivo, Benjamin me inspirou por muitos anos. Espero que ‘onde está o seu orgulho?’ honre seu legado e também chame a atenção das pessoas para sua vida, seu trabalho e seus princípios.” – Moby.

 

São Paulo, 15 de maio de 2024 – Hoje, Moby celebra Benjamin Zephaniah com a nova faixa “cadê seu orgulho?”, extraída de seu 22º álbum de estúdio always centred at night, que será lançado dia 14 de junho. A faixa propulsiva, movida a break-beat, é um spoken word com uma mensagem poderosa transmitida no característico tom caloroso do falecido poeta dub.

 

Onde está o seu amor?

Onde está sua fé?

Onde está a sua esperança?

Onde é o seu lugar?

Onde está o seu orgulho?

 

OUÇA À “WHERE IS YOUR PRIDE” AQUI

 

Mesmo para os padrões de Moby, always centred at night é um pouco especial. O álbum conta com 13 colaborações no total.

 

As vozes maravilhosas em always centred at night incluem a cantora sudanesa, radicada na Holanda, Gaidaa, o refugiado real burundês que hoje reside em Londres J.P. Bimeni e Aynzli Jones, criado em Kingston e radicado também em Londres. Essas músicas são pessoais, e o pessoal é o político, assim como a natureza de desafiar as fronteiras do trabalho. Além disso, elas são crepusculares, concebidas no crepúsculo, com muitos dos estilos dos últimos 30 anos da música eletrônica vindo à tona, como a trip-hoppy “we’re going wrong”, com Brie O’Banion, a batida quebrada, quase drum ‘n’ bass influenciada por “medusa” (com a já mencionada Aynzli Jones), ou o house latino de “feelings come undone”, com Raquel Rodriguez.

 

Em sua busca por novos sons, Moby se tornou uma espécie de colecionador de vozes. Ele é um conhecedor do timbre e da textura das cordas vocais humanas, seja sampleando artistas como Bessie Jones, Vera Hall ou Boy Blue em Play, seja trabalhando com superestrelas como David Bowie.

 

O álbum always centred at night é a continuação do projeto homônimo que teve início em 2022. Até agora, cada lançamento proporcionou sua própria magia, como o single, “dark days“, lançado no mês passado e gravado com a aclamada cantora-compositora de soul-jazz Lady Blackbird. É um trabalho desafiador e rítmico impulsionado por seus vocais sedutores e profundos e sua alma sincera. Desde sua criação, as colaborações com Gaidaa (“transit“), José James (“ache for“), Akemi Fox (“fall back“), serpentwithfeet (“on air“) e Aynzli Jones (“medusa“), fizeram com que ele acumulasse mais de 15 milhões de streams em todas as plataformas. Todas as 13 colaborações estão reunidas aqui pela primeira vez.

 

sempre centrado na tracklist noturna:

no pé de ar serpentwithfeet

dias escuros ft. Lady Blackbird

Onde está o seu orgulho? Benjamim Sofonias

trânsito ft. Gaidaa

chama selvagem ft. Danaé Wellington

mente preciosa ft. Índia Carney

deve dormir ft. J.P Bimeni

sentimentos desfeitos ft. Raquel Rodriguez

medusa ft. Aynzli Jones

estamos errando ft. Brie O’Banion

queda para trás ft. Akemi Fox

lua doce ft. Choklate dor para ft. José James

Sobre a ForMusic:

Fundada no ano de 2016 por Nando Machado e Daniel Dystyler, a ForMusic é uma agência de marketing e promoção focada em projetos de música que conecta marcas, empresas, artistas e gravadoras de todo o mundo que querem ver o seu público crescer dentro do Brasil. Desde o início, ganhou destaque por trabalhar com as principais gravadoras e selos independentes do mercado, e hoje, representa artistas de nomes como Beggars Group, Domino Records, [PIAS], Nettwerk, Big Loud, entre muitas outras.

POR: Rita Moraes
Publicado em 16/05/2024