ConexãoIn


Manifestação contra a exportação de animais vivos reúne entidades defensoras em SP

 

 

Mais de 10 organizações que lutam pelos direitos dos animais se reuniram no domingo,16,  na avenida Paulista, para pedir o fim da exportação de animais vivos. O ato “Exportação Vergonha”, organizado pela ONG internacional Mercy For Animals (MFA), marcou o Dia Mundial da Conscientização pelo Banimento da Exportação de Animais Vivos e buscou colher mais assinaturas para o abaixo-assinado criado em parceria com a ativista Luisa Mell.

 

 

A petição, que já conta com mais de 500 mil assinaturas, pede ao Congresso Nacional aprovação do projeto de lei que prevê o fim da prática no país.

 

Os participantes percorreram a Paulista com cartazes, faixas e máscaras. Estiveram presentes as ONGs “Carga Viva, Não”; “Animal Equality”; Instituto Nina Rosa”; “Fórum Animal”; “SVB”, entre outras que lutam pelos direitos dos animais.

A comercialização de animais vivos por via marítima é uma das piores práticas da indústria devido ao extremo sofrimento dos animais, além de impactos ambientais negativos. Países como Reino Unido, Austrália, Índia e Nova Zelândia já proibiram essa comercialização. Alemanha e Luxemburgo também deixaram de exportar animais vivos para países fora da União Europeia.

No Brasil, a causa teve uma vitória recente. A Justiça Federal proibiu, em abril de 2023, a exportação de animais vivos em todos os portos do país, resultado de uma ação civil pública apresentada pelo Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal. A decisão, no entanto, não teve aplicação imediata e a União já recorreu.

POR: Rita Moraes
Publicado em 18/06/2024