ConexãoIn


Corrente de Comércio do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos cresce 5,2% no primeiro quadrimestre de 2024

A corrente de comércio do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos alcançou US$ 575,9 milhões de janeiro a abril deste ano, um aumento de 5,2% em comparação com o mesmo período de 2023, que registrou US$ 547,4 milhões. No entanto, o saldo comercial neste período foi deficitário em US$ 7,7 milhões, revertendo o superávit de US$ 27,3 milhões registrado nos primeiros quatro meses de 2023, de acordo com dados consolidados pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC).

 

No acumulado do primeiro quadrimestre de 2024, as exportações do setor de HPPC atingiram o valor de US$ 284,1 milhões, representando uma redução de 1,2% em relação ao mesmo período de 2023. Em contrapartida, as importações aumentaram 12,2%, totalizando US$ 291,8 milhões, frente aos US$ 260,0 milhões registrados no primeiro quadrimestre do ano anterior.
Argentina, México e Colômbia formam o pódio dos países que mais recebem exportações do Brasil, tendo participação de 15,3%, 8,0% e 7,1% no volume total exportado, respectivamente. Contudo, neste quadrimestre, as relações comerciais com a Argentina tiveram uma retração de 24,3% em valor de exportação, em consequência da crise econômica que este país enfrenta e por sua necessidade de buscar a recomposição de reservas em dólares, uma vez que a Argentina, ainda vem impondo barreiras que dificultam o pagamento de importação de produtos brasileiros, incluindo bens do setor de HPPC.
Ao olhar para o ranking dos 10 principais países de destino exportador, podemos destacar Portugal e Estados Unidos, que respectivamente tiveram crescimento de 153,8% e de 24,3% em valor exportado pelo Brasil. Para a ABIHPEC, isso se deve a manutenção das exportações, principalmente de produtos para cabelos para estes mercados, sendo os EUA o principal pais das exportações desta categoria de produtos nos primeiros quatros meses de 2024.
O desiquilíbrio pontual do saldo da balança nestes primeiros quatro meses do ano em comparação ao mesmo período de 2023, resulta de demandas adicionais em informações complementares para a liberação das importações por parte da RFB, em relação aos bens da categoria de fragrâncias, e a expectativa do setor é que no mês de maio o montante de importação possa retornar ao padrão médio para itens desta categoria.
Produtos e categorias de destaque

No quadrimestre, as categorias que mais se destacaram nas exportações foram os produtos para cabelos (US$ 67,8 milhões), seguidos pelos sabonetes (US$ 48,8 milhões) e produtos de higiene oral (US$ 24,0 milhões).

De acordo com a entidade, ainda existem desafios a serem superados para que obstáculos relacionados à infraestrutura logística possam ser superados, bem como, políticas voltadas para o comércio internacional que venham a contribuir para maior competitividade no acesso dos produtos do setor de HPPC brasileiros ao mercado externo.
Apesar dos desafios enfrentados no fechamento da balança comercial de HPPC para o primeiro quadrimestre, a ABIHPEC mantém uma perspectiva otimista para os próximos meses, esperando que as exportações recuperem seu ritmo de crescimento e possam dessa forma, seguir contribuindo para o fortalecimento do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos.

POR: Rita Moraes
Publicado em 03/06/2024