ConexãoIn


Astronautas estão sem poder voltar à terra

Butch Wilmore e Suni Williams, astronautas da Nasa que estão à bordo da espaçonave Starliner. — Foto: AP Photo/Chris O'Meara

Três semanas já se passaram para Butch Wilmore e Suni Williams seguem a borda do foguete  enquanto a Nasa e a Boeing solucionam problemas de equipamentos que surgiram no caminho.

A Nasa divulgou três possíveis datas de pouso foram anunciadas e canceladas.  O voo de retorno foi suspenso. Na ultima sexta-feira, 28, as autoridades disseram que não há pressa em trazê-los para casa e que mais testes serão feitos primeiro.

Era um teste apenas

Eles decolaram para um teste de direção da nova cápsula da Boeing e esperavam voltar da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) em cerca de uma semana.

 

A estação espacial é retratada pelo SpaceX Crew Dragon em 2021 — Foto: Nasa via AP

Já apresentava problemas

A cápsula foi lançada em 5 de junho com um pequeno vazamento de hélio, mas mais quatro vazamentos surgiram quando ela chegou à estação espacial. O hélio é usado para pressurizar o combustível para os propulsores, e uma vedação de borracha defeituosa foi suspeita no vazamento inicial. Autoridades dizem que há um amplo suprimento de hélio, e a Boeing diz que os vazamentos são estáveis ​​e não são uma preocupação.

Nasa pediu mais tempo 

A Nasa disse que queria mais tempo para analisar problemas no sistema de propulsão da nave espacial, que é usado para manobrar em voo. O sistema de propulsão é conectado à cápsula, mas não retorna à Terra para inspeção. Ele é abandonado durante a reentrada.

A agência espacial também disse que não queria que a partida entrasse em conflito com as caminhadas espaciais. Mas a caminhada espacial de segunda-feira foi cancelada após vazamento de água do traje espacial de uma astronauta enquanto ela ainda estava dentro do laboratório orbital. Uma caminhada espacial planejada para terça-feira foi adiada até o final de julho enquanto o vazamento é examinado.

“Quero deixar bem claro que Butch e Suni não estão presos no espaço”, disse Steve Stich, gerente do programa de tripulação comercial da Nasa.

POR: Rita Moraes
Publicado em 29/06/2024