ConexãoIn


A ascensão de Salvador como polo de negócios impulsiona o setor imobiliário

Há muito tempo  conhecida por suas praias paradisíacas, sua rica herança cultural e sua vibrante cena gastronômica, nos últimos anos Salvador tem se destacado não apenas como um destino turístico de lazer, mas também como um polo crescente para o turismo de negócios. O fortalecimento deste setor está impulsionando a economia local e atraindo investimentos significativos para a região.

Uma das principais razões por trás desse crescimento na capital é a expansão significativa da sua infraestrutura. Nos últimos anos, a cidade tem investido em modernos centros de convenções, hotéis corporativos e espaços para eventos, tornando-se um destino atrativo para conferências, congressos e feiras comerciais.

Segundo o balanço divulgado pela  Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp), o setor de viagens corporativas fechou 2023 com um faturamento histórico, onde foram arrecadados R$ 13,5 bilhões, o que representa uma alta de 18,5% do total registrado em 2022 . Trazendo para um recorte local, de acordo com os dados da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult),  somente no primeiro trimestre do ano passado , o turismo de negócios cresceu 50% e movimentou cerca de R$ 1 bilhão na economia soteropolitana.

O Centro de Convenções de Salvador, localizado estrategicamente próximo ao aeroporto internacional e a importantes áreas de negócios, é um exemplo proeminente dessa expansão. Com uma infraestrutura moderna e capacidade para sediar grandes eventos, o centro tem atraído empresas nacionais e internacionais em busca de espaços para convenções e exposições.

Além da infraestrutura, a cidade tem sediado uma série de eventos corporativos de destaque, consolidando sua posição como um importante destino para o turismo de negócios, atraindo milhares de profissionais e executivos de todo o país e do exterior, gerando impactos econômicos e sociais significativos para a região, movimentando diversos setores, principalmente o mercado imobiliário, já que Salvador tem ganhado cada vez mais visibilidade como um destino de negócios em ascensão. Só para ter uma noção, segundo a Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (ADEMI-BA), o mercado imobiliário baiano movimentará cerca de  R$2,16 bilhões em 2024.

Para Francisco Carozzo, líder da Carozzo Desenvolvimento Imobiliário, essa tendência promissora abre novas oportunidades para o mercado imobiliário na região. “Este influxo de visitantes corporativos não apenas estimula a demanda por hospedagem de alta qualidade, mas também cria uma crescente necessidade por espaços comerciais e residenciais que atendam às necessidades dos viajantes de negócios. Com isso, as empresas precisam estar atentas e comprometidas para atender a essa demanda crescente desse “novo modelo” oferecendo projetos inovadores que atendam às necessidades específicas do mercado corporativo”, declara.

O empresário ainda destaca a importância da contribuição das empresas, independente das suas áreas,  para construir um futuro próspero e dinâmico para Salvador, consolidando sua posição como um destino de negócios de classe mundial e um lugar verdadeiramente especial para se viver, trabalhar e investir. “Como líder de uma empresa do setor de imóveis, me sinto muito otimista quanto ao futuro e comprometido em contribuir para o crescimento sustentável da cidade, oferecendo soluções imobiliárias que atendam às necessidades em evolução dos viajantes de negócios e dos residentes locais”, afirma Francisco.

O fortalecimento do turismo de negócios em Salvador não só oferece oportunidades econômicas e sociais significativas, mas também destaca o potencial da  nossa cidade como um forte polo empresarial. A combinação única de beleza natural, cultura e infraestrutura moderna, mostra que Salvador está pronta para continuar atraindo empresas, profissionais e investimentos, consolidando sua posição como um destino imperdível para o turismo corporativo.

POR: Rita Moraes
Publicado em 19/06/2024